Pensamentos de domingo à tarde

Às vezes ao domingo à tarde decido dar umas caminhadas pela remota vila onde moro. Geralmente é um dos meus momentos reflexivos da semana, pois as ruas encontram-se quase sempre vazias. É um meio pequeno, onde toda a gente se conhece, mas ninguém no fundo sabe quem eu sou. Nunca me importei muito com este facto, porque não gosto de grandes aglomerados e geralmente há algo de especial na minha solidão.

Ao longo da minha caminhada vou passando pelos locais da minha adolescência, como a escola secundária e o bar onde passei muitas horas a conviver com os meus amigos da terra. Olho esses tempos com saudade, porque hoje já não tenho nada disso na minha vida. Na realidade, já todos os meus amigos daquela remota vila, que ainda é a minha casa se foram embora.

Ainda não sei bem o porquê destas longas caminhadas. Talvez seja porque ainda há algo que me prende a este local ou simplesmente ando à procura de algo ou de alguém que sei nunca mais vir a encontrar. Entretanto, vou-me contentando com estes momentos a vaguear com os meus pensamentos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s